Beleza cruel

Autora: Bia Carvalho 
Editora: Independente 
Publicado em 2021 
N° de páginas: 308 
18+

Ainda busco a crueldade... Vi apenas beleza - e não apenas externa. Sério, estou repassando... Apenas vi no "vilão" da história, que não tem beleza alguma, nem por dentro, nem por fora... E em um certo irmão. Queria que houvesse mais dessa beleza (nada) cruel!!! 

#queroparamim!

Quê foi? É verdade!!! Estou como o Julian para a sua bailarina: sem mentiras! Rs. Gente, que prazeroso passar meu final de madrugada e início da manhã conhecendo a Lorena, docinho (ela também, por que não?!? kkk), o Julian, o Davi... Sim, ao ler perceberão. Mas, Carol, Davi? Vá até o final! "Dê nome aos bois"! Rsrs.

Certo, "rebobinemos"! (Queria que tod@s tivessem assistido A Bofetada e para "entender" a "pilha"! Procurei se tinha gif e não encontrei... Para quem não conheceu fita VHS e vídeo cassete, era necessário rebobinar para conseguir assistir a história...)

Julian Caronte foi acusado pelo Patrick de ser o assassino do seu pai e irmão. Nunca houve prova alguma, a versão foi acidente de carro, mas o Julian ficou com a empresa, foi nomeado em testamento como herdeiro! Antes de prosseguir a leitura, logo de início, já percebi o cretino que o Patrick era, o que ele fez com a irmã caçula... Já duvidava de qualquer coisa que viesse dele! Portanto, desde o início não consegui ver o Julian como um assassino. Discorde de mim, eu não ligo! Kkk! Mas para discordar tem que ler! ;-D

Lorena. Bailarina. Inocente. Bela. O amor platônico de adolescência do Julian. Perdeu o pai e o irmão mais velho desde o tal acidente. Conhecia o Julian de nome apenas. Então, quando conversou com aquele homem lindo que também parecia deslocado na festa, não sabia quem era. Ele falou com ela na entrada, ela o viu dentro e foi falar com ele - "flertou um pouco"... até o Patrick ver de longe e vir até ela "dando show", perguntando o que ela fazia conversando com o Caronte! 

Ela, claro, ficou pasma, mas sempre ressaltou que não se tinha provas, agora, então... Ainda assim ficou um tanto "tonta", até que o irmão a empurrou para um senhor de idade enquanto falava do seu "projeto" o qual necessitava de financiamento. Quando ela se deu conta de que o irmão a queria usar como "moeda de troca" ficou horrorizada! #direitoaumtapanacara! E foi embora! Julian tentou falar com ela mas Lorena se desvencilhou e foi de táxi para casa. 

A partir daí "a aventura realmente começa"! Rs. Homens adentram seu apartamento, ela é apagada mas vê Julian de relance antes de cair de vez e acorda onde?... Dúvidas entre herói ou bandido... Tentativas de fuga, livre acessos, conversas e "mistérios"... Para não mentir, como prometido, por vezes ele sai pela tangente. Muito vai se descobrindo aos poucos - inclusive o quão gostoso o beijo era! Kkk! 

Queria que houvesse mais "crueldade" hoje em dia como a deste homem rico que sabe o que é passar fome. Abandonado quando bebê... Camadas e camadas que só foram confidenciadas para a pessoa que derruba toda e qualquer defesa que o querido mocinho possa vir a ter. 

Uma leitora pode sonhar! Rs.


Um abraço
(longos braços e largos ombros?),
Carolina.

2 comentários

  1. "inclusive o quão gostoso o beijo era! Kkk! "
    Carol, vc é demais hahahahha
    Amo! Obrigada por mais essa resenha! Amei do início ao fim!

    Bjs,
    Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, Bia, eu não experimentei mas pelas sensações da Lorena e a entrega de ambos... Até eu fiquei sem fôlego! Kkkk! Eles são fofos, e ele é lindo!<3 Desde... Você, melhor que ninguém, sabe!

      🎶 E o amor é lindo, a vida é tão bela...🎶
      Rs.
      ;*

      Excluir