O diário de Miranda


Autora: Tatiana Amaral
Editora: Pandorga
Ano de publicação: 2018
Número de páginas: 384
 “A segurança dos meus passos ganhei dos tropeços que precisei dar. E ninguém sabia que dentro de um corpo tão jovem, que por trás de um sorriso doce e inocente, eu carregava muita dor.”
Miranda Middleton era uma garota feliz, que tinha como principal objetivo encontrar um grande amor e viver o seu próprio faz de conta, certo? Errado.
Miranda Middleton é uma farsa, um personagem inventado para tornar a vida de Charlotte menos entediante. A verdadeira Miranda se apresentava para poucos, para os selecionados, os que ela sabe, não colocarão em risco a sua farsa. Até que um dia, por um erro de cálculo ou por uma distração do destino, ela encontra Patrício Frankli, um garoto de olhos cor de mel e cabelos com lindos cachos, que possui um sorriso fácil e abusado, e que, sem planejar, acaba bagunçando todos os planos da morena sensual por quem acaba se encantando.
Mas Miranda tem muitas barreiras, mágoas e dores que não quer reviver, e Patrício precisa aprender a superar as suas próprias dificuldades, onde compromisso não é o seu maior objetivo. Eles viverão emoções que nunca imaginaram viver, mas vão constatar muito rápido que o amor não se encaixa em seus caminhos. 
“Era confuso como tudo o que éramos e gostoso como tudo o que buscávamos."

Miranda é uma personagem/pessoa altamente complexa. (Sei, todos nós somos e temos nossas particularidades...) Ela é um poço de emoções, uma pessoa que inflige a si mesma certa punição por algo do passado o qual não tem culpa: ela abriu o coração, confiou. Mas quem de nós nunca o fez e teve de arcar com as consequências? Amizades, família, amores,... pessoas.

Filha da empregada da família Middleton e afilhada do casal, passa a ser tutelada pelo mesmo após a morte da mãe – pai: desconhecido. Além dos padrinhos, tem a Charlotte como melhor amiga/”irmã” e o Johnny (também adotado) como “irmão”. Por mais que os ame, quando adolescente tem seus momentos e os pensamentos vem... seria uma acompanhante? – Mas admite, há sentimentos.


Para quem não leu ainda O Professor... leia – lá conhecerá um pouco sobre algumas das personagens e verá como a Miranda é vista. Charlotte, inocente e mimada, acredita que a irmã é ousada e dona de si, mas desconhece o que ficamos sabendo neste livro, o diário da Miranda.


A protagonista não é “porra louca” assim – condiciona-se a. Não quer envolvimento afetivo, seja com homens, parceir@s... Destas "relações ocasionais", espera apenas satisfação física: sexo e orgasmos. Por que se fechou a este ponto? Certo incidente aos 15 anos deixou marcas. Ela decide o quê, como, com quem e quando, a não ser que aceite de forma diferente de antemão (Moisés). Ela vence, dá as cartas. Autodefesa, tiro, pompoarismo... fez aulas disso e mais. Claro, tudo escondido do padrinho, altamente conservador e protetor.

Sabe que é amada, mas sempre... No pesadelo constante que não revela há a repetição, a lembrança. No final do livro, apenas no final, sabemos o que é dito no tal pesadelo, um breve vislumbre.

Sim, Miranda se faz de forte, independente, não deixa que vejam suas lágrimas, faz loucuras sexuais em clube privado e fora dele – o que pode render dor de cabeça...

Em uma dessas visitas ao clube avista o Alex, o professor, e decide que quer tê-lo. Por isso convenceu a melhor amiga a escolhe-lo como seu orientador do trabalho de final de curso na faculdade. Alex é lindo, sarado, surfista, inteligente, é dono/trabalha de/em uma das maiores editoras do Brasil. Charlotte nunca teve ou se interessou em ter uma “vida social”, tem 21 anos, nunca beijou ou foi a qualquer “base” que fosse com “viva alma”, dedica-se aos estudos e escrita do livro do final do curso. As experiências das personagens é descrita de acordo com o que Miranda e Johnny contam. É protegida não apenas pelo pai, mas pela própria irmã, que sabe do que podem ser capaz de fazer com alguém como ela!

O tempo passa, Miranda não vê possibilidade de concretizar sua fantasia com o professor Alex e, satisfazendo-se por aí conhece um “garoto” de sorriso fácil, covinhas... que, pensa, dará alguns orgasmos e só. Ela não contava com a insistência dele, com as “coincidências”... Ou envolvimento... chantagens... sentimentos... Planos para ajudar a Charlotte e o Alex...
“– Padrinho, eu estou doente. (...)  – Mas eu tenho me sentido mal! (...) É mais ou menos uma dor no estômago, quer dizer... Às vezes eu não cosigo respirar direito, minha barriga dói, não exatamente como uma dor de barriga, mas alguma coisa no pé da barriga, dá para entender? E o meu estômago se contrai. Eu fico enjoada. Não o tempo todo. (...)” – p.251


Não pode ser! Pode?... Hormonal?... Estresse?...

(Deve ser a falta do segundo livro!... Kkk!)



Um abraço,
Carolina.




. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 

9 comentários

  1. Carol!!!!!! Amei demais! Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!!... Amei o livro! :)

      Obrigada também!! <3

      Excluir
  2. Ahhh que resenha top!! Menina eu tinha visto o livro O professor e me interessei, mas ai acabei desanimando para ler, mas agora que sei mais sobre essa história, com certeza vou ler haha É o tipo de leitura que gosto!
    Beijos ❤

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Melissa!

      Li o primeiro livro dO professor quando a Tatiana Amaral lançou o quarto livro da série. Eu o tinha, mas com tantos e trabalho, ainda não o tinha lido. Quando li, amei! rs. E, agora, sabemos mais de uma personagem complexa e real. Pode ser alguém que esteja ao seu lado...

      Boa leitura! ;)

      Excluir
  3. Adorei!!!! Já li todos os livro "o professor" e sabendo desses então, estou ansiosa para le-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peguei o segundo do Diário de Miranda. Ainda não comecei a leitura por probleminhas que estou tendo que resolver... Mas assim que parar, ❤

      Excluir
  4. Uma história cheia de intrigas e suspenses .. adorooo... e tem sempre aquele gostinho de aventura e o que será que vai acontecer ? Já ameii :D

    ResponderExcluir
  5. 'onde compromisso não é o seu maior objetivo' essa parte é algo que todos deveriam ver e frisar na mente! Mas estou ansiosa pra ler esse. A resenha ta fodaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir