O diário de Miranda 2

Autora: Tatiana Amaral
Editora: Pandorga
Ano de publicação: 2018
Número de páginas: 464

"“Algumas máscaras pesavam demais para serem vestidas por tanto tempo.”Miranda perdeu o jogo contra o amor, contudo, entendia que para viver uma história com Patrício, precisava muito mais do que reconhecer que o amava. Era necessário despir-se de todas as personagens criadas para continuar sendo a boa filha, irmã e garota da alta sociedade. Depois de tantos anos, ela precisava ser apenas ela mesma, e não era tão fácil quanto parecia. Enganar estava enraizado em sua personalidade, e mentir era uma habilidade há muito desenvolvida. Mas, quando Patrício escolhe deixá-la para trás, assustado com os segredos que descobriu, Miranda precisa escolher entre contar a verdade ou perdê-lo para sempre.
Um segundo livro ainda mais excitante, onde barreiras serão quebradas e paradigmas superados em uma luta – nem sempre honesta – para que o amor possa, finalmente, vencer."

Olá! Como estamos de 2019?... Rs. 

Queria começar bem o ano e resolvi escolher, dentre tantos, a continuação dO diário de Miranda, o livro 2 e... UAU!


Como sempre, a Tatiana descreve algumas cenas com detalhes e há muito que pode ocorrer em um clube peculiar como o que a Miranda frequenta. O clube pode oferecer diversidade mas o Patrício...
"Queria o que nunca tive ou me permiti ter antes do Patrício. Sofrer pelo seu amor, ou pela falta dele, me fazia enxergar a minha vida como nunca consegui enxergar antes. Eu afastava as pessoas fingindo ser aquela mulher forte." - p.27
Miranda, a "Morena" do Paty (e, agora, ele me xingou! Rs), é tempestade.
Por quê?  Ela guardou tanto, desviou, mentiu... E encarar se torna... trabalhoso. Compreender e aceitar o que se passa no seu coração, ter cofre trancado a inúmeras chaves e senhas aberto... Ter que lidar com a própria - e atrofiada - fragilidade e insegurança; sair da personagem criada e sustentada após o ocorrido com ela aos 15 anos e até mesmo antes, com a perda repentina da mãe... Ainda, sofrer outra perda...

Não, não estou falando do "término" com o "idiota" que faz o coração palpitar, as palmas das mãos suarem... Perder piadas bobas e comentários fora de hora, parecendo não ter filtro, o olhar daquele "menino"...
"Depois de descobrir o celular da Miranda, além do motivo para as suas mentiras, meu cérebro parecia querer explodir a qualquer momento. Não havia forma de compreender ou me conformar com o que li. E para piorar tudo, Miranda achava natural o que estava vivendo." - p.8
Ao ler entenderá mais o "menino", que tem 31 anos, na verdade. 
(Sim, a "gata selvagem" se assusta ao ouvir da mãe dele sua idade! Kkk!) Ele precisa de um certo tempo com mudanças e a Tempestade traz tantas!...

"Nós já nos despedimos tantas vezes, Morena." 

Bom, protagonista! A estrela que arrasa e proporciona shows deixando olhares embasbacados... quando não há sentimento. Ela tenta, no clube, esquecer, fugir... Mas depois, vazio. Tudo o que reprimiu em prol da aparente força vem de vez e, conhecer um pouco mais a sua história pregressa... Inescrupuloso Ulric!

Necessário olhar variáveis... Ela quer inserir seu amado no seu mundo, o que tem estado secretamente nesses "anos pós os 15", quer que ele a veja por completo e a aceite, mas teme. Está apaixonada! E com todo o arrepiar e suspiros bobos que ela sempre recriminou, vem o ciúme, a incerteza de tudo... 

Ao ler contará com uma montanha russa de emoções, digna de alguém que passou por tanto que internalizou; mentiu tanto que não sabe como agir. Sentimentos sempre barrados e não explorados... - como ela pensa: estar ficando confusa e melosa... "É a treva!" Rs.

Quem nunca ouviu algo inesperado de pessoa para quem abriu o coração - o que o fez despedaçar (como ocorreu com a adolescente adotada pelos padrinhos) - pode achar bobagem, mas há coisas que, quando ouvidas de algumas pessoas, adentram... mesmo que inconsciente. Sabe, por vezes damos poderes às pessoas... Algumas delas conseguem ser tão cruéis ao cair a máscara quanto podem ser; usam do que sabem que dói e machucam, manipulam de forma que - nossa! Daí se fechar, não deixar entrar...
"... Sei que esse muro ao seu redor foi muito bem construído, mas... - Ele fechou os olhos com força e encostou a testa à minha, buscando coragem. - Droga, Miranda! Eu não quero continuar socando esse muro para tentar derrubá-lo. (...)" - p.257
(Essa fala dele do início ao fim, contexto... Tão...!)

Quem quiser julgar sem analisar o contexto, ok. Ela é uma farsa. E tem mais... quem iria imaginar! Tem histórico e... está apaixonada! Quem sou eu para julgar?!?... 
Os arrepios... as borboletas... os temores... as lágrimas...

Desafio!
 - Como tem que ser, para encarar de cabeça!!... rsrs 
(I dare you! - madrinha não aprovaria... Rs.)
Leia, veja, sinta, permita-se...


Um abraço,
Carolina.

9 comentários

  1. Que história fascinante... típica daquelas que nos fazem apaixonar e não parar de ler. ADOREIII.

    ResponderExcluir
  2. Eu quero.comprar ebook e não consigo

    ResponderExcluir
  3. Acabei de ler o primeiro e não consigo comprar o.segundo

    ResponderExcluir
  4. Preciso mas tem que ser em.pdf gosto ds.ler no celular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode baixar o aplicativo Kindle em celular, computador, notebook... É gratuito o app. Daí você pode comprar ou alugar o e-book.
      ;*

      Excluir
  5. Vc sabe onde posso adquirir o diario de miranda volume 2 não acho em nenhum site pra comprar

    ResponderExcluir