Chiara Ciodarot e O Clube dos Devassos

Conheci a autora Chiara Ciodarot através de A baronesa descalça. Apaixonei-me. Quem me apresentou foi a Elimar e, sinceramente, agradeço. Não apenas pela obra, mas pela pessoa que conheci: forte e sensível, estudiosa, talentosa, que ri e chora, apaixonada pela história do nosso Brasil, com um xodó especial pela fase retratada na sua série e, ainda, com um grande amor por outro universo, um romance histórico, que escreveu. Ela é mãe, esposa, escritora, amiga... Uma mulher de garra, mestre e, sim, "doutorada"! Kkk.

Após fazer-me apaixonar pelo querido Montenegro (sempre olho para os lados para ver se não apanharei da Amaia..! rsrs), fez-me suspirar com Caetana e Canto e Melo, em As inconveniências de um casamento. (Aguardo ansiosa o próximo!!!)

Sim, sua série O clube dos devassos traz ideais e lutas além dos casais que nos apaixonam tanto quanto! 
"O nome do clube também brinca com o engano. A palavra “devasso”, no caso do clube, não vem do adjetivo devasso/libertino e sim do verbo devassar/descobrir, expor, mostrar, limpar. Esta pequena e bem-vinda confusão acabou dando um a roupagem de um clube de má fama, frequentado por determinados senhores de nome ou posição social importante."

Além destes amadinhos, li o engraçado Teatro de vampiro e em breve lerei Noites pretas e brancas. Há mais na gaveta dessa talentosa escritora, aguardo oportunidade de conhecer e ler mais e mais! 

Conheça. Leia. Lute. Apaixone-se. 



Um abraço,
Carolina.

2 comentários