A formiguinha e a neve

(Obra Universal)
Autor/adaptador: João de Barro Braguinha
Editora: Moderna
Ano de publicação: 2001
Número de páginas: 40 


(Série Literatura em minha casa, enviada pelo MEC pelo FNDE – Biblioteca na escola, entre 2001-2003 para estimular a formação de leitores nas escolas e colégios que tivessem Ensino Fundamental.)


Conheci esta história quando criança, através da oralidade, com direito a vozinhas! Rs.

Coitada da formiguinha, com a sua voz fininha, pedindo ajuda para desprender o pezinho!!
Pede ao imponente sol, ao obstáculo muro, ao roedor, ao gato, ao cão, ao homem, à morte, à Deus!... Que manda a primavera ir – e ela vai! – até à Terra, enchendo de cores floridas!... E toma nas mãos a formiguinha, levando-a consigo “para o seu reino encantado”!

Confesso que a versão que me foi contada era mais longa, mencionava nuvem, vento... Mas, criança que era, o barato estava na voz fininha repetindo (coitada!), como nos jogos de memorização, acrescentando sempre os dados novos, transmitidos pelas novas personagens!

“Oh, Sol, tu que és tão forte...”

Há estudantes que discriminam tal coleção devido a encadernação e/ou capas pouco atraentes, mas dentre os títulos há famosos e belas viagens, aguardando terem seus pés – oops! páginas – desprendidos!


Um abraço,
Carolina.

Nenhum comentário