Harry Potter e a criança amaldiçoada

Autores: Jack Thorne e John Tiffany
Tradutora: Anna Vicentini
Editora: Rocco
Ano de publicação: 2016
Número de páginas: 352

"Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados."
Voltamos ao mundo encantado! Hogwarts. Plataforma 9¾. O Expresso... Lembremos: é um roteiro de peça, não um romance; e não foi escrito pela J.K.Rowling, foi aprovado por ela; ainda, a personagem principal não é o Harry Potter, mas o Alvo – seu amigo Escórpio... 

Sim, a história começa 19 anos depois da Batalha de Hogwarts, exatamente como terminou o sétimo livro, o das Relíquias da Morte. Alvo está indo pela primeira vez para a Escola de Magia e Bruxaria... Aparenta indecisão quanto a sua ida, receio pela escolha da casa... Lembramos disso, não?

No trem conhece aquele que será seu amigo e companheiro de aventura, o Escórpio Malfoy, um menino isolado não só pelo sobrenome, mas pelos boatos de sua concepção. Escórpio aparenta certa tristeza, solidão... Ele conquista o leitor. É um nerdinho!.. E lembrou-me a Gina – quem leu e tiver lembrança do primeiro livro do Harry Potter saberá o porquê! Rs.
(Tá, no filme é diferente... Gina e os Weasleys... 1o.contato.)

Bom, devo admitir que o Alvo, em si, irritou-me. Ele não olha as coisas sob outro ponto de vista que não o dele. Vibrei quando o Escórpio chamou a sua atenção, pois tinha voltado a falar de si mesmo. Afinal, na amizade um ouve o outro, olha e ajuda e... não?

Novamente, o valor e a necessidade da amizade, o apoio, o compartilhar... O Alvo tem problemas com o pai (bruxo famoso... não ter como fugir disso – alguém que trabalha muito, continua preferindo a prática à burocracia no trabalho...); Escórpio também os tem. Por motivos diferentes, claro. Alvo tem família grande... Escórpio, apenas o pai, a mãe morreu, enfraquecida após o parto – ela tinha certa “fragilidade”. E o “boato”... Ele é doce, tímido, inteligente.

Alvo ouve aqui e ali e decide tomar uma atitude, para a qual precisará do amigo.
Cicatriz, sonhos, sombra. Culpas, preocupações, possibilidades. Por vezes boatos podem ter fundo de verdade, mas não como espalhados. Profecias sempre foram feitas - e continuarão sendo. E podem ser quebradas. Conselhos. Sentimentos. Fugas.  Presente,  passado,  presente,  passado,  presente...
 
Por Dumbledore!

Há pontos que nos fazem questionar... Não posso relatar aqui, mas conheço quem não consiga lidar com uma revelação feita como sendo verdade, mas temos que pensar em todas as possibilidades e... O que não seria possível?!?... 

Vamos, leia e deixe a sua opinião! Se eu apenas trocar ideia sobre algo, não será muito spoiler... a depender de como eu o faça. E nem todos leem todos os comentários, certo?! Rs.
 

Um abraço 
Carolina

Nenhum comentário