Redimida (House of Night, 12)

Autoras: P.C.Cast & Kristen Cast
Título original: Redeemed
Editora: Novo Século
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 384

“Zoey Redbird está em apuros. Tendo dado a pedra da vidência para Aphrodite, e rendendo-se à Polícia de Tulsa, ela se isola de seus amigos e mentores, determinada a enfrentar a punição que merece – mesmo que isso lhe custe a vida. Só o amor das pessoas mais próximas poderá salvá-la da escuridão em seu espírito. Um mal terrível emerge das sombras, mais poderoso do que nunca...
Neferet finalmente se revela aos mortais. Coroando-se Deusa das Trevas, ela está desencadeando o mal e escravizando os cidadãos de Tulsa. Os vampiros da Morada da Noite aliam-se à polícia, juntando suas últimas forças, mas sabem que nenhum deles é forte o suficiente para vencê-la. Apenas Zoey é herdeira de tal poder... contudo, está incapacitada de ajudar por causa das consequências do uso da magia antiga. No derradeiro livro da série House of Night, uma batalha épica da Luz contra as Trevas irá decidir quem será redimida... E quem se perderá para sempre.”



Terminei com uma lágrima após finalização de um último traçado de círculo.


Parei para pensar na loucura da... Nazaret veio à cabeça! – Hein?!! – Pensei: por que veio Nazaret à cabeça se é Neferet?! Então, veio um sobrenome: Tedesco. Loucura... Aff! E nem sou de lembrar ou assistir novelas! Rs.


Fome pelo poder corrompe... E quando há magia antiga... Trevas... no meio...


Bom, como apelidado pela Aphrodite, “a horda” é “de nerds”, citarei o Uncle Ben (tio do Homem Aranha) “com grande poder vem grande responsabilidade...” E ai de quem chamar a profetisa de Nyx de Frodo! Kkkkk! (Ela guardou a pedra da vidência para a Zoey enquanto esta “desintoxicava”...)


Sim, o início foi bem chatinho... A megalomania deística da Neferet estava... Ela ensandeceu de vez e por toda a imortalidade adquirida! Ainda, constatações que remontam a sua época de novata... Sempre se alimentou... 😒 Por mais que Nyx tenha dado dons únicos e generosos para a sua filha, na tentativa de sanar a dor e enterrar o passado, construindo um futuro... Não era o desejo do seu coração. Creio, inclusive, que relerei o Neferet’s curse após dados que obtive neste livro.


Depois que passa todo o capítulo de “obrigação de adoração” e começa a alternar o alterego dela com outras pessoas, a leitura fluiu agradevelmente. Sempre que o Aurox falava como o Heath um sorriso especial se formava em mim, pela simplicidade dele, pela pureza... E, depois, quando ele quis deixar claro que ele não era o Heath, tentou fazer com que fosse visto como ele, um indivíduo e não apenas como a alma do Heath... Conquistou a todos, aos poucos.


Thanatos e seu dom, seu altruísmo... Recebida em pessoa por quem ela representava! Kalona... Nossa, cada um com seu jeito. Amigos da Zoey acreditando nela para dar força: afinal, são apenas adolescentes que até pouco tempo atrás estavam apenas preocupados com hormônios, paqueras e, no caso de marcados e novatos, sobreviver à transformação. Por vezes as pessoas falam sem se colocar no lugar ou observar. Os adolescentes de hoje são diferentes dos de ontem.


E a responsabilidade é grande! Se Nyx não apoiasse, não acreditasse e deixasse claro a sua crença, motivando e provendo amor, perdão... mostrando o caminho... teriam se perdido. Erin se perdeu um pouco livros atrás – o que não quer dizer que negasse o dom concedido à ela ou... Apenas foi fraca e se deixou levar.


Vovó Redbird foi avó de todos, como sempre, até mesmo da vampira de centenas de anos! Ela é um exemplo maravilhoso de bondade, uma anciã sábia, observadora, provedora... Quase consegui saborear seus cookies com lavanda! Sangue da terra... Daí a sua herdeira ter sido chamada por Nyx e ter recebido dons para proteger. E a união dela junto as outras líderes mulheres, independendo de crança/religião foi algo belo de se ver. É a realidade: independente dos nomes dados, é o Bem, a Luz...

Touros branco e preto - Google imagens
Caos e Trevas, sim, mas Amor... que leva à Luz.

Sim, retornando ao início, o último círculo traçado neste foi por uma alma que se desenvolveu pelas escolhas feitas:

 “O ar está em todos os lugares, então faz sentido que seja o primeiro elemento a ser invocado ao círculo. Peço que me ouça, ar, e eu o convoco para este círculo. (...) O fogo me lembra das noites frias de inverno, e do calor e da segurança de uma lareira que aquece a cabana da minha avó. Eu peço que me ouça, fogo, e eu o convoco para este círculo. (...) Água é um alívio em um dia quente de verão de Oklahoma. É surpreendente o oceano que eu finalmente vi, e é a chuva que faz a lavanda crescer. Peço que me ouça, água, e eu a convoco para este círculo. (...) A Terra suporta tudo que nos cerca. Nada seríamos sem ela. Peço que me ouça, terra, e eu a convoco para este círculo. (...) O último elemento é o que preenche a tudo e todos. Ele nos torna únicos e é o sopro de vida de todas as coisas. Peço que me ouça, espírito, e eu o convoco para este círculo.” – p.380-1




Como esperei um pouco, sei que este não é o último do universo de House of Night. As autoras voltaram a escrever e Amada foi publicada no ano passado.
 

Merry meet, merry part e merry meet outra vez!


Um abraço,
Carolina.

2 comentários

  1. Olá. Você não tem interesse em vender o seu Redimida para mim? Não consigo achar a versão com a capa dourada em outro lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E desfalcar a coleção?!? :-O
      Rsrs... Não consegue encontrar?!..
      (Até os que não lançaram aqui no Brasil, Neferet's curse e Kalona's fall eu tenho. Rs.)
      Sorte aí! (Encontrará!) Abrç!
      Carol.

      Excluir