Escondida (House of Night, 10)

Autoras: P. C. Cast & Kristin Cast
Original: Hidden
Editora: Novo Século
Ano de publicação: 2013
Número de páginas: 360

“Finalmente, Zoey consegue o que sempre quis: a verdadeira natureza malévola de Neferet foi desmascarada, e o Conselho Supremo dos Vampiros não está mais ao lado dela. Mesmo assim, a força da ex-Grande Sacerdotisa está longe de ser insigni­ficante.
Primeiro, um misterioso incêndio assola os estábulos. Depois, Neferet começa a jogar os humanos contra os vampiros e ataca alguém muito ligado a Zoey – tudo para tentar criar o caos no mundo.
Com as sementes da destruição espalhadas na Morada da Noite, todos precisam se organizar para elaborar estratégias de defesa. Porém, isso se revela mais difícil do que nunca.
Kalona, antigo inimigo do grupo de Zoey, tornou-se guerreiro e protetor da Morada da Noite. Para agravar a situação, Zoey vê algo através da pedra da vidência que mal consegue explicar a si mesma. É possível que Heath tenha retornado em uma forma diferente? É por esse motivo que Zoey está tão intrigada a respeito de Aurox, quando parece tão óbvio que ele é perigoso? E quem acreditaria se ela contasse?
Em meio à tensão que começa a afetar as amizades dentro do grupo, a horda de nerds conseguirá manter-se unida para enfrentar as Trevas antes que seja tarde?”

 ----- Spoilers!


Wow! Parece até que a jovem Sacerdotisa obteve êxito: o Conselho Supremo lidará com a Neferet e tudo ficará bem, certo?
Não. 

Como a agora-imortal-ligada-as-trevas “colocou humanos no meio”, o Conselho não vai se meter, apenas bane a ex-Grande sacerdotisa, destituindo ela de qualquer cargo na Morada de Tulsa, ou outra, não mais a reconhecendo como membro da comunidade vampírica.  Esta não perde tempo e se associa a humanos que detenham algum poder (o prefeito, vereadores...), dá uma coletiva de imprensa tentando por a população contra os vampiros, expondo os vermelhos, incitando contra o perigoso Stark.


[  Sim, o prefeito.

       Isso mesmo, o pai da Aphrodite!

             O mesmo que segue o que a esposa mandar. A mesma que bateu na cara da filha quando ela foi destituída do lugar de líder das Filhas da Escuridão (livro 2?..) – e não fizeram mais visitas... que eu me recorde... desde então. ]


Aurox, após correr do ritual, impedindo que os raminhos de trevas enviados pela consorte do touro branco o impelissem a matar mais alguém, retorna inconscientemente para a fazenda de lavandas e é acolhido pela sábia cherokee. Falando no touro, este fica entediado e não se materializa quando chamado. (Kkkk!) Vovó segue seus instintos, o que a salva. Apenas direi que ela teve uma não-convidada quando Aurox já tinha ido embora. Salva mas...

Caos.

Erin sede, entregando-se a luxuria com o vermelho Dallas. Mas Nyx, claro, não deixaria seus filhos na mão e outra novata, já em muito agraciada, também recebe a afinidade com o elemento (água). Assim sendo, o círculo não é desfeito. 😉

Dons...

“Cada um de vocês recebeu um dom incomum concedido pela nossa Deusa, e isso vem a calhar para nós, pois vamos precisar de todos os poderes que a Luz pode nos dar se pretendemos combater as Trevas.” – p.132,  Thanatos.

A confusão com o incêndio é grande, mas os cavalos são salvos pela Lenobia, a novata vermelha e ex do Dallas, Nicole, e pelo cowboy humano Travis Foster. Este, quando retorna do hospital é visto pela Z através da pedra da vidência e... É, realmente, o antigo e único amor da vampira, Martin, a quem Lenobia conheceu quando ainda humana, no navio a caminho da Nova França séculos atrás! 💘

“...Meu amor por você não acaba aqui. Meu amor por você não vai acabar nunca... Vou encontra-la de novo, chérie. Isso eu prometo.” – p.13

Shaunee mais madura; Shaylin, novata marcada vermelha pelo Erik, vendo as mudanças de cores em cada um... Incluindo no Erik. Damien conquistando um paquera (o jornalista que é chamado pela Thanatos para entrevista junto aos agraciados por Nyx, para que a população veja que nada há a temer e que é apenas um caso de ex-empregada descontente – também para anunciar eventos na morada incluindo humanos); ele pergunta para as amigas se o Jack se decepcionaria se saísse com alguém...
Kalona e seu amor pela Nyx. Pode ter falado o que for pelos éons que viveu na terra, mas ela ainda é a Sua Deusa. Ele tenta se revoltar algumas vezes, mas é lembrado pela Shaunee que ele não pediu ajuda a Ela... Ainda: achei um tanto quanto estranho o fato do irmão dele, Erebus, visita-lo sem a ciência/conhecimento da Nyx. Quer persuadir o irmão a ir embora e se afastar de toda e qualquer morada da noite, e não apenas da de Tulsa.


(Eu poderia falar e falar, escrever todos os spoilers possíveis, contar toda a história!)
Emocionou-me. Por vezes pela tristeza de algumas personagens e o que questionavam a si... Por vezes pelas pequenas belezas que se mostraram. Como sempre é apontado, o caminho da Luz, da Deusa, da Nyx, é o Amor. A presença dele! E a sua ausência pode... Erin “foi para o lado negro da Força” pela falta de si, deixando-se levar. Aurox, apesar de ser um receptáculo criado pelas trevas, com a centelha da alma imortal que habita nele por ter sido feito a partir de um sacrifício “imperfeito” (permitindo que a Nyx convidasse um filho amado para habitar nele), escolhe a Luz...

Amor de pai... Amor de mãe... Amor de avó...

Amor.

Precisam parar de ser infantis e amadurecerem. É necessário. Menos desespero, mais atitude, coragem, laços, Amor.


Um salto da cobertura pode matar?... 


Merry Meet, Merry Part e Merry Meet outra vez!
 

Um abraço,
Carolina.

Nenhum comentário