Despertada (House of Night, 8)

Autoras: P.C.Cast & Kristin Cast
Título original: Awakened
Tradutora: Alessandra Kormann
Editora: Novo Século
Ano de publicação: 2011
Número de páginas: 320

 "Exonerada pelo Conselho Supremo dos Vampiros e retornando a sua posição de Grande Sacerdotisa da Morada da Noite de Tulsa, Neferet jurou vingança contra Zoey. Seu domínio sobre Kalona é apenas uma das armas que ela pretende usar. Mas Zoey encontrou um santuário na Ilha de Skye e está sendo protegida pela Rainha Sgiach, que espera que ela possa assumir o reinado. Tornar-se a rainha seria legal, não seria? Por que ela deveria retornar à Tulsa? Depois de perder Heath, seu consorte humano, Zoey nunca mais será a mesma - e seu relacionamento com o supersexy guerreiro Stark pode também nunca mais ser o mesmo."

Incrível como o amor consegue solidificar tanto.
Sempre o amor. Ele impulsiona. Gera. Consolida. Apesar de todo o caos, ressentimentos, sedes diversas, ele perpassa por um número incrível de filhas e filhos e Nyx sempre acolhe, concede… aos que a escolhem, mas também põe para pensar: qual o caminho VOCÊ quer seguir?

Perdão é uma dádiva muito especial, que precisa ser merecida. (…) Quando merecer a dádiva, você vai recebê-la.” p.272


Sim, houve mortes. Uns correram para os braços da Mãe, outros “bateram à sua porta”. As trevas cobraram sacrifícios e quem se impregnou delas deleitou-se em pagar… Uma alma pura; uma de filha de linhagem ancestral ligada à terra…
… Uma verdadeira Grande Sacerdotisa é modesta e orgulhosa, ao mesmo tempo, e nunca se esquece da responsabilidade que ser uma líder acarreta.p.239


Zoey não queria, mas teve que regressar. E Stark está mudado – a dívida de vida cobrada ao alado imortal permitiu um link no qual nenhum deles sabia que se formaria. Tulsa está uma bagunça, precisam dela – os amigos precisam dela.
 O teatro armado pela Neferet. Poucas pessoas conseguem notar que esta mente, ou enxergam as gravinhas de Trevas ao redor dela… que semeia discórdia.


Novamente, Amor.  Proteção.  Resignação.  Pedido de perdão.   Nyx concede pela escolha acertada de uns, sem ignorar dívidas do passado. Escolhas. Uns aceitam, outros não. Há os que mudem, há quem permaneça igual. E os que não tem como correr: rastreador.


Há quem monte no lombo do touro branco e se deleite como vermelho espalhado. Há de tudo! Há quem mate por… nada. Vemos nos telejornais diariamente. Admito assistir pouco ou quase nada. Onde foi parar o impulso de escutar a voz certa, que quer nos falar para ceder a outro caminho? Pessoas que dizem falar em nome Dele e fazem atrocidades, uma Neferet que se diz submissa aos desígnios da Nyx mas dissimula. Ficção, por certo. Que esbarra e nos faz trombar com a realidade.

Voltemos ao amor. Ele nos faz não abdicar do caminho correto.

…um dos espíritos mais puros e cheios de alegria que o meu reino jamais conheceu.270.

Por vezes, ele, o amor, nos faz escolher a opção mais… difícil… Adentrar num receptáculo “defeituoso” no propósito para o qual foi criado, ou não seria possível uma alma.



Nyx, o mais importante é: Zo precisa de mim?

Ela precisa."

– Sem memórias de vidas –



Será verdade que as almas se reconhecem?



Merry Meet, Merry Part & Merry Meet again!
 


Um abraço,
Carolina.



Nenhum comentário