Coelhoberto Pascoal e os ovos guerreiros no centro da Terra!

Autor: William Joyce

(Os Guardiões da Infância, 2)

Editora: Rocco Jovens Leitores

Publicado em 2013

N° de páginas: 256


Novamente: o poder da amizade!


Este guardião é mais ancião que Ombric! (Lembra do mago que conhecemos no primeiro livro, o do Nicolau São Norte?) E nem aparenta..! Rs. Anterior a Era de Ouro da família do Homem da Lua! Não é homem... Mas um Pooka: um "coelho-homem" de dois metros de altura! "A mais rara e misteriosa criatura do universo"!


O antes General Kozmotis Breuner teve uma filha... Sim, Breu teve um nome e, parece, uma família. E foi usando a voz da sua filha que os medonhos alcançaram o general, convencendo-o a abrir a cela da prisão, tomando-o por completo, adentrando seu corpo e devorando sua alma! Ombric descobriu em uma das suas viagens no tempo, quando pensou em mudar o que não podia... (Foi impedido.) Não, o mago não conheceu a menina, mas viu o guarda triste e cansado, segurando um medalhão com a foto dela.


As sombras devoram, iludem... Querem despertar o medo, o desespero, a escuridão... As crianças da aldeia Papoff Noelen sabem e, quando são sequestradas pelo Breu jundo ao Noiteluz, ficando os pais, animais, Urso, Alma da Floresta e Petrov (cavalo do Norte) na aldeia,  enfeitiçados, buscam forças para não demonstrar temerem. Breu se aproveitou enquanto o mago, Norte e Katherine estavam com os lamas lunares. Ele quer a biblioteca do mago!

* Quando digo que conhecimento é poder não acreditam!... *


Ilha de páscoa, chocolate, ovos, surpresas, centro da Terra, mais batalhas, artimanhas, planos, armaduras, ovos-guerreiros, grito de guerra pooka reconhecido pelo Breu... Tem de tudo! Jornada, enfrentamento, quase morte! Ah, uma mudança no Breu após toque do Noiteluz, quando o aprisiona! Falo mais nada! Rs.

"O poder da amizade era realmente mágico. A felicidade que Noiteluz sentia espalhava-se para todos eles. Haviam feito o que os bons amigos devem fazer: salvar uns aos outros. (...)"

O que deve me aguardar no 3°, o da "Fada-do-dente"?!?... Rs. Embarque nessa jornada! ;-)



Um abraço,

Carolina.

Nenhum comentário