O lado bom de ser traída

Autora: Sue Hecker
Mosaico, livro 2.
Editora: Harper Collins
Ano de publicação: 2016
Número de páginas: 400
[18+]
"Bárbara é bonita, jovem, profissionalmente bem-sucedida e apaixonada por Caio, seu noivo. A vida de Bárbara é completa e plena, mas tudo muda no dia em que vê uma foto de Caio ao lado de uma mulher que também se intitula sua noiva. Em um piscar de olhos, o mundo de Bárbara desmorona. Decidida a não se entregar à derrota, ela resolve dar a volta por cima. Renova o visual e começa a adotar posturas mais positivas para afastar de vez a depressão. Durante esse processo, o destino coloca em seu caminho Marco, um juiz extremamente sexy. Basta um olhar para ambos serem tomados por uma tensão sexual alucinante. Resta saber se, de fato, Bárbara mudou o suficiente para se entregar sem amarras. E, ao descobrir que sim, percebe o quanto é capaz de aproveitar O lado bom de ser traída."  

As pessoas me perguntam, inúmeras vezes, o que leio. Ultimamente eu respondo que de um tudo, o que menos leio é biografia. Talvez esteja sendo injusta, afinal, há os livros técnicos que não são da minha área e que, portanto, não leio. Rs. Mas, sim, por que estou falando isso - além de ser algo frequente? Até uns poucos anos atrás, eu não teria lido... Entenda, precisamos separar as coisas! Conheço a autora, que é um amor! O tipo de pessoa que não tem como você não gostar de estar junto e conversar! Sempre buscando o bom humor em tudo, sempre calorosa. Nem na Bienal, após um dia inteiro em pé e atendendo, ela perde o jeito característico dela! Mas EU não conseguia ler certas coisas, dentre elas, algumas cenas de sexo... (E, aqui, muito sexo! Rs.) Sei que é algo natural, algo que se faz, mas eu ficava extremamente sem graça. Algo que trabalhei em mim. 
Hoje eu leio. Vários foram os livros. Ainda tenho reservas... Algumas palavras, termos, formas. Mas isso, repito, sou EU. Conheço muitas pessoas que gostam e já me surpreendi com algumas, devo admitir. Afinal, ser confidente alheia dá nisso! E os termos que algumas personagens usam, algumas pessoas usam, não são os meus favoritos. Como faço, você pergunta? Foco nos sentimentos e sensações passados na estória, lembro das pessoas reais desabafando. Este livro deu gancho para inúmeros outros! Personagens secundárias tem o que contar! Mas, neste, a Bárbara é a principal.
Google images
Bárbara foi a traída. E de várias formas que não apenas pelo Caio (ser que continuo detestando e creio que tinha que passar por mais! Sim, vi gancho para ele com a Nat e não sei se ele a merece após o que fez com a Babby! Calma, sei que todos merecem aprender, mudar e ser felizes! Mas ele... Bom, verei ao ler o outro livro porque nesses dois primeiros, #raivinhadele! Kkkk!) Não posso falar das demais trições ou o spoiler seria muito...! Ela, a Barbara, não merece. 

Máxima: quem é por si julga os outros. Ela jamais faria o que fizeram, daí jamais ter sequer cogitado. Ela é verdadeira, leal... E "fogosa como o quê"! Kkkk! E o sr. dr. juiz que o diga! 

Babby se deu cinco dias: um para cada ano que passou com o Caio. Chorou, comeu muita porcaria, chocolate... Foi ao salão, deu "um tapa no visual", e retornou por cima - logo tendo que acompanhar cliente ao fórum e... conhecendo um juiz que a fez ter choques pelo corpo e... "molhar a calcinha". Em clube de motociclistas, esbarram novamente: eles tem uma paixão em comum... em duas rodas!
Vamos combinar: Caio não mereceu suas lágrimas! Gente, a festa de aniversário que ela fez para ele antes que viajasse para encontrar a outra...! (Em Prelúdio do cinismo.) Espere: ele vai visitá-la no hospital*, "arrependido", querendo o "perdão da mulher da vida dele" e olha para as enfermeiras pensando o quão gostosas elas são e que se não fosse... Ah! Fala sério! Acha que pego pesado?... Sorry! Como disse, verei no livro dele. 

(Não leu errado: hospital. "Não-acidente". E, a partir daqui, todo um esquema é montado para, não apenas proteção, mas descoberta de autores, motivações... Ela acaba "entrando de gaiata em navio". A outra traição que nada tem a ver com o Caio, mas com o... Não, não tem a ver com o Marco também! Minha boca, aqui, virou um túmulo!)

Google images
Sim, a Patty, amiga fiel e que protagonizará outro livro... Abalada com reações do 'amigo íntimo' dela, sr. G... Sempre ao lado da amiga e querendo saber os detalhes picantes! O sócio, Thiago, parecendo uma incógnita até adiante... Não "cheirava nem fedia", embora fosse considerado pela Babby: 'bigodinho' era amigo de faculdade desde o inicio, formaram-se juntos e montaram a empresa logo em seguida. Marcinha e o olhar de cachorro para o "chefe"... Tem um patrocinador em eventos muito do agraciado pelos genes que fica no ar, creio que aparecerá também no livro da Patrícia, muito animada e "dhoidhinha"! 

A Paula, muito "loca"! Narcisista, fútil, rica e... a forma como trata a filha desde que soube da gravidez, ainda em seu ventre e, pior, quando soube do problema de saúde que teria...! O que tenta... Sério, ela precisa de tratamento! Pior, inferniza e, claro, prioriza o dinheiro. Não mentirei que ri quando levou certa rasteira que não contarei qual foi! Novamente: gente, não sou assim mas... Ah, são personagens! E como a vida real não nos ajuda muito, ao menos na ficção - por que não?!? 
Deixe que eu ria, por favor!... 
Tenho rido tão pouco...

Bom, os pais da Bárbara são incríveis! Bem como os pais do juiz gostosão - oops, Dr. Marco Ladeia, o provedor de tantos orgasmos da srta. Nucci. Eles tem uma relação de amor e paixão com direito a loucuras, palavras que eu não usaria, ciúme controlado, senso de proteção e muito, muito romance e carinho. Marco, o ex da Paula, pai da Vitória, que nasceu com deficiência neurológica: anencefalia - cuidada pela Rafaela (creio que aqui temos outro livro...), ama a filha, faz tudo por ela! Ele sabe Amar (e usar a língua para muitas coisas, inclusive falar, também), doar-se.

Devo estar esquecendo de alguém, por certo. Ah, sim, o cúmplice da Nicole, que gosta de bater de verdade, machucar... Psicopatia. Choque ao descobrir mais. E, sim, tem histórico de homicídio. Nicole-perua... Muita gente apresentada. Ainda, o melhor amigo do Marco, o Pedro, e a Bia... creio que tem história para outro livro ali. Rs.

Quero falar mais não. Quero que você leia e me diga se não é para ter raiva do Caio, desprezar a Paula, etc. Kkk! Contará com esquema mal armado da Polícia Federal, seguranças de empresa sigilosa, idas e vindas de hospital... Quero que esteja preparad@ para pegadas, muitos termos/palavras... Se gosta, como disse uma pessoa do turno noturno, "de... mais forte", gostará. Olhares já excitam e proporcionam um fogo que faz com que lembre da aula de geografia do professor do primeiro ano do Ensino Médio:
"Porque o fogo, galera, vem de baixo!" 


Bom, separei algumas citações da Paula... do Caio... Mas resolvi dar um tom mais leve, como a Barbara o faria, então, não! rs. Aguardo-@s na próxima! Deixem seus comentários, se leram ou pretendem ler... Se passaram por algo ou - fiquem à vontade!


Um abraço, 
Carolina.

2 comentários

  1. Que coisa boa! Amei a resenha e obrigada, pelo carinho e confiança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, linda! Sempre!
      Sabe que "mora no meu coração e não paga aluguel"! Rsrs...

      E então, prontas para Caleidoscópio?
      Bjks! ;*

      Excluir