A eternidade de um instante

Autora: Bia Carvalho
(Duologia O piloto e a bailarina, 1)
Editora: Independente
Ano de publicação: 2019
No. de páginas: 565

Antes de qualquer coisa, devo fazer algumas perguntas:
* Seus exames médicos estão em dia?...
* Tem sentido algum tipo de taquicardia?
* Insuficiência respiratória?... Ah, sim, tem sinusite que possa vir a atacar com fortes emoções ou choro? Tem uma caixa de Kleenex ou de qualquer outra marca? 


Está pront@, então? (Porque eu não estava...)

Se eu gostei do outro livro que li da Bia? Claro! Não parei até terminar! Óbvio que não seria o mesmo, esta história se passa aqui no Brasil, em 2011 e não na Inglaterra, em 1863! Mas o que vivenciei nas 565 páginas que devorei em uma velocidade que beirou a concorrência da utilizada pelo piloto de Stock Car Caio Johanssen ao levar certa bailarina para um "rolê" no autódromo de Jacarepaguá...!

Caio é lindo e meio doidinho. Apelidaram-no de Caos. Ele parece querer constantemente encarar a morte. Ele teve um irmão mais velho que perdeu para "ela". Tem outro, o Joca, e a cunhada, que é como uma irmã, Érica. Não posso esquecer da sobrinha que tanto ama e chama carinhosamente de ratinha, a Bruna, filhinha do irmão que se foi e nunca a chegou a conhecer. Sim, ainda há o Peter.

Boa pinta, com grana, vencedor da temporada, prestes a renovar contrato para continuar correndo com a equipe em que está! (O que não faz.) Super sexy! E mulherengo.  
-  Ao menos até conhecer certa bailarina.

"O que eu sabia sobre relacionamentos? Absolutamente nada. E nem queria saber. Para mim o amor era uma porta trancada da qual eu tinha jogado a chave fora e não tinha a menor intenção de revirar a lixeira para encontrá-la." [4%]

Nia Saldanha está no bar onde vão comemorar, trabalhando com o seu amigo-irmão Dennis. Ele e a Vivi são irmãos de verdade e juntos com a Vó Mimi adotaram a Lavínia após ela ter saído da casa do padrasto, com quem morava desde a morte da mãe dela. Há uma história a mais, sempre insinuada mas que não falam - ao menos inicialmente. Nia sofreu com o seu primeiro "namorado", que a machucou... Dennis, então, se torna super protetor. Queria um irmão desses para mim! 

Gente, sério, não são apenas o "príncipe imperfeito" e a bailarina-cantora que conquistam. Várias personagens secundárias nos fazem pertencer. Tornamo-nos amigos e torcemos pelo melhor. Em dado momentos indignamo-nos por querer o melhor para cada um deles! 

Mas...
"... me surpreendi ao deparar-me com uma mulher bem velha, de cabelos grisalhos, olhando para mim enquanto freávamos no sinal fechado. Um carro parou logo atrás, mas ela não desviou a atenção. Sua expressão era severa, como se quisesse me transmitir uma mensagem." [8%]
Essa senhora teima em aparecer...! Tinha aparecido anteriormente para o Caio e aparece outras vezes. Sim, tem a ver com um "mistério", uma maldição que remonta ao avô do Caio, que queria sucesso, dinheiro, poder... O que ele fez para conseguir não fica claro mas não teve consequências para ele, já que nunca amou. O casamento dele não o inspirava sentimentos. Já o único filho, pai do Caio, Kristofer, enterrou 4 mulheres, o filho mais velho morreu para proteger a esposa, que era o alvo (Érica)...

Caio nunca se apaixonou antes. Sabia que deveria se afastar mas... Foi mais forte que qualquer força de vontade. Lavínia tentou preservar o coração, afinal, já tinha sofrido por demais anteriormente, mas também não consegue resistir. O empenho dele em proporcionar um beijo memorável foi L-I-N-D-O! Teve ajuda, claro, do Dennis. O amor deles é fofo e eles o vivem intensamente por cerca de três meses - até a senhora reaparecer e a Lavínia quase sofrer um acidente sério. 

E, então, a tortura...

Questionei como a autora poderia fazer isso comigo! Sim, comigo! Já totalmente apaixonada por aqueles dois e os que os rodeavam! Exceto, óbvio, o ex da Nia, que envia mensagens ameaçadoras e possessivas todas as madrugadas, o pai do "Caos" (que esconde algo), a velhinha...

Haja café para tentar superar o sono e terminar! Precisava! Já apaixonada e entregue a esse amor! O estômago reclama, vamos de descafeinado para amenizar, após chazinho para acalmar. Sem conseguir acreditar! Querendo os dois juntos, querendo mandar a velhinha ir catar coquinho e parar de perseguir as personagens!!!

Quero um príncipe-sapo atencioso, gentil, que beije ardentemente como o piloto para mim!!... Há, claro, cenas em que eles não resistem um ao outro, em outras, a fofura impera! Como não amar esse povo?!?

Pegando o carro dele emprestado - o pessoal, já que largou a stock car e abriu negócio próprio - vou acelerar! Preciso seguir adiante... Garanto que não há como os esquecer.

A sinopse?
"Caio Johanssen aprendeu desde cedo que nunca poderia se apaixonar ou as consequências seriam trágicas. Então, fechou seu coração e vive a vida sempre no limite, desafiando a morte e se jogando em casos vazios, que lhe pareciam seguros e inofensivos.
Lavínia Saldanha conheceu o lado mais cruel do amor, o que a obrigou a se proteger de relacionamentos, entregando-se plenamente ao seu sonho de um dia chegar à Broadway e provar seu verdadeiro talento. 
Reféns do acaso, Caio e Lavínia têm seus caminhos cruzados e são presos em uma armadilha, tornando-se vítimas de seus próprios sentimentos. O que não esperavam era que o amor que desenvolveriam um pelo outro seria capaz de suportar a distância e o tempo, contrariando todas as probabilidades. Contrariando o próprio destino."   

Realmente indico que se deixem conquistar também! Adentrem a família, dancem, cantem, emocionem-se, estabeleçam a sua própria playlist ou adotem a do casal! Você pode adquirir na Amazon ou ler pelo Kindle unlimited! O segundo será lançado agora em Abril!

Como conseguir esquecer? Como não se entregar? Impossível não se apaixonar!
#queroumCaiopramim 

Um abraço,
Carolina.

2 comentários

  1. Meu Deus, Carol! Que resenha lindaaaa!
    To babando!!!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bia! Já comecei a tecer teorias, mentalmente... Será que é para punir ou avisar?!?... Bora ver! ;)

      Excluir