Fushigi Yûgi


Autor: Yuu Watase
(Mangá: no Japão de 1992 a 1995; Anime 1995-6)
Editora no Brasil: Conrad
Ano inicial de Publicação: 2002


Bom, sei que há inúmeras informações sobre esse mangá/anime na internet... Embora eu não o conhecesse até 2015, quando resolvi ler uns volumes que foram doados anos antes para meus alunos e fiquei dodói, em casa, assistindo e pensando: nem para ter esses amigos fofos ao meu lado agora, tomando conta de mim, dando força...! rsrs

- Cuidado, contém alguns spoilers -


Yuugi Miaka é a “sortuda” que encarna a sacerdotisa de Suzaku (Fênix do Fogo, Deus do País de Konan). Porque “sortuda”?.. Sonho: entrar no livro de verdade!.. 

Ela foi na biblioteca com uma amiga estudiosa, mas não a segue ao setor, vai até uma máquina de compra de lanches – sim, ela é uma “comilona”!! kkk – e vê a ave... Segue... Para numa sala de acesso proibido: é lá que está o livro “O universo dos quatro deuses”. A amiga chega logo em seguida, Yui, abrem o livro escrito em chinês antigo...


Tamahome é a primeira “estrela de Suzako” a ser encontrada pela heroína... Depois, Hotohori... E então Nuriko, Chichiri Houjon, Tasuki, Mitsukake e Chiriko. Todos a protegem, lutam ao seu lado, para cumprir a profecia, invocar Suzaku, trazendo paz e harmonia para todo o país, podendo fazer 3 pedidos de quebra!

Yui, que tinha retornado, para a biblioteca logo no início, acompanha-a através do livro, até que, quando a amiga regressa da primeira vez, é sugada sozinha para dentro..! Torna-se a Sacerdotisa de Seiryu... o Dragão Azul, deus do país de Kuto, quando Nakago a resgata de um grupo de foras da lei.

Infelizmente, elas ficam em lados opostos, por mais que a Miaka queira reunir-se com a amiga, salvá-la... Yui foi influenciada pelo Nakago e traz muito ressentimento, o que obscurece seu raciocínio. 

Bom, voltemos! Os amáveis amigos da Miaka e ela me fizeram companhia nos dias em que fiquei em casa. São lindos, amigos, protetores, guerreiros, “pau para toda obra”! Não falarei mais sobre o mangá/anime em si, como disse, há muito na internet. Apenas digo que me apaixonei, a ideia de poder entrar no livro e vivê-lo é um sonho de consumo e as personagens cativam muito!! 

Cativaram-me!

Indico. 
Apaixone-se!







Um abraço,
Carolina.

Nenhum comentário