Uma lady para me dar um coração

Autora: Tatiana Mareto 
Amores em Kent, 4 
Editora e-book: Independente 
Editora físici: Freya 
Publicado em 2020 
N° de páginas: 339
 


"Eu nunca amei uma mulher e estou bastante apavorado com a sensação de entrega. Mas é isso. Meu coração é seu. Pegue o que quiser, tudo de mim pertence a você."

OMG! Neste momento... eu me derreti! Rs.
(Um casal com suas imperfeições e segredos...)

Há rumores sobre Grant, alguns dizem que ele é um bastardo... O que se sabe é que a família Sawbridge foi uma das que "inauguraram a nova classe da burguesia", plebeus, e ele construiu um império, sendo muito mais rico que nobres de sangue azul! Ah, sim, ele é amigo de alguns poucos nobres que já foram notícia por escândalos! Eles não se importam com a sua origem humilde, têm negócios juntos.

Hmmm, esqueci de mencionar a fama dele com as mulheres? Ele a tem. Sabe satisfazer. Kkk! Ainda, acima de tudo, é um homem de negócios - dentre tanto que se fala dele: é um homem sem coração. (E ponto!)

A Wilhelmina McFadden está na quarta temporada e aceitou nenhum pretendente até hoje. Ela vem de uma família famosa pelos "arrebatamentos por amor". Rs. O irmão mais velho, Edward, conde de Cornwall, casou com a irmã do amigo/sócio Aiden, o duque de Shaftesbury, que contraiu matrimônio com uma viúva vinda da plebe e com dois filhos, apesar de bem educada - escândalo! Kkk! O irmão Isaac McFadden? Agora marido da ex-maior-libertina-de-Londres: Caroline. Rsrs.

Família interessante... Os pais McFadden se casaram ainda sem o palpitar mas logo foram enlaçados e viveram seu amor! Já a Wilhermina... Ela teve um flerte anos atrás, mas ele era o enteado da modista de pequena cidade, falou da necessidade dela o esquecer e ir para a temporada dela, conhecer alguém a sua altura. Ela idealizou e aguardou quatro anos: ele não iria até ela. Um escândalo com o seu nome e... necessita casar!

Grant tinha acabado de chegar para falar com os sócios quando percebeu que algo incomum ocorria. Ele precisa providenciar herdeiro para o império que construiu, ela precisa aplacar a situação. Eles falam muito rapidamente, fazem um acordo entre si, um "contrato", ele adentra o escritório e assume... nem sabe exatamente o quê! Kkk! Ganha murro e uma semana depois, casa. Rs.

Não, leram certo, falei de amor! Um amor que nenhum pensava que sentiria. Afinal, era um negócio! Kkk! Ambos são meio... "rápidos": seja para resolver um problema, seja para querer solucionar o que se apresentar. O que não significa que façam corretamente. Independentes, ficam atordoados quando notam "precisar" do outro.

Olhem! Ele tem um coração!!! Mal descobre, maldiz, sofre e... fica sem ele novamente - como leram na declaração, ele o deu para a amada esposa! Rs. Ela?...
"Ele a deixava atônita, sem fôlego, desorientada e perturbada a maior parte do tempo. Aquelas sensações eram, geralmente, ruins, mas ele fazia parecer fantásticas. (...)"
Ela também sucumbe. Sente. Percebe que nada que sentiu ou pensou sentir antes se compara... E calei! Rs. O desconhecido e bagagens.

Passados são "esclarecidos", a família aumenta - não apenas com gravidez das senhoras! Rs. Apesar de "pensamentos trogloditas" que ele por vezes teve, com a esposa que o hipnotiza ele conhece o que é querer mais, bem mais que a satisfação física - e, sim, há momentos físicos! Ele quer dormir e acordar, aguenta até um filhote de gato - kkk!

A . M . O . R .

Como não devorar o livro?!?... 

(Ri, particularmente, quando "os homens da família/amigos/sócios" disseram jamais imaginar que lhe faltasse inteligência! Kkk!!)

Livro disponível em e-book kindle e, também, físico (www.freyaeditora.com.br - use o cupom CAROLLIVROS5 para desconto. 😉)


Conheça esta família crescente e nada convencional! Apaixone-se! 


Um abraço,
Carolina.

2 comentários